Confira os vencedores do Prêmio Jabuti 2011

Saiu hoje a lista dos vencedores do Prêmio Jabuti 2011. Dentre as categorias mais apreciadas pelos leitores, destacam-se os autores José Castello, que ganhou o Melhor Romance com Ribamar, Dalton Trevisan, que ficou com o Melhor Contos e Crônicas pelo livro Desgracida, e Ferreira Gullar, que levou o prêmio de Melhor Poesia pelo livro Em alguma parte alguma.

Os anúncios do Livro do Ano de Ficção e Livro do Ano de Não-Ficção saem apenas no dia 30 de novembro, no Sala São Paulo, quando os vencedores de todas as categorias receberão os quelônios metálicos.

A categoria Poesia não estava nada certa quando Ferreira Gullar foi indicado. Gullar concorria com A Duração do Dia de Adélia Prado, e nada menos que a obra completa de Manoel de Barros. Mas o autor, que ganhou em 2010 o Prémio Camões e já havia ganhado o Jabuti de Livro do Ano de Ficção em 2007 com o livro Resmungos, saiu na frente e levou o Jabuti também este ano.

O vencedor do Jabuti de Melhor Romance em 2011, José CastelloA Globo ou O Globo parecem estar dando sorte para seus funcionários, pois neste ano o jornalista, escritor, crítico literário e colunista d’O Globo José Castello levou o Melhor Romance, sendo precedido por Edney Silvestre, escritor e jornalista da TV Globo. O fato de fazerem parte dessa gigante do entretenimento e jornalismo nacionais de forma alguma torna-se um demérito para os autores, que vêm mostrando uma literatura de muita qualidade nos últimos anos.

Uma das curiosidades desta premiação do dia 30 de novembro será Dalton Trevisan, o gênio dos contos e microcontos que é conhecido também por sua natureza reclusa, avesso à mídia — como Rubem Fonseca que pouco dá as caras. Fica a expectativa se Trevisan irá buscar o quelônio metálico de Melhor Contos e Crônicas.

Confira os vencedores de todas as categorias do Prêmio Jabuti 2011:

Romance: “Ribamar”, de José Castello

Contos e Crônicas: “Desgracida”, de Dalton Trevisan

Poesia: “Em alguma parte alguma”, de Ferreira Gullar

Biografia: “De menino a homem”, de Gilberto Freyre (homenagem póstuma) e “Alceu Penna e as garotas do Brasil”, de Gonçalo Júnior

Teoria / Crítica: “Câmara Cascudo e Mário de Andrade – Cartas, 1924-1944”, de
Marcos Antonio de Moraes (org)

Reportagem: “1822”, de Laurentino Gomes

Capa: “Invisível”, de João Baptista da Costa Aguiar (essa capa realmente é incrível)

Artes: “Os Satyros”, de Germano Pereira

Arquitetura e Urbanismo: “Dois séculos de projetos no Estado de SP”, Nestor G. Reis e Mônica S. Brito

Comunicação: “Impresso no Brasil”, de Anibal Bragança e Márcia Abreu (orgs)

Ciências da Saúde: “Atlas de endoscopia digestiva da SOBED”, de Marcelo Averbach

Ciências Exatas: “Teoria Quântica – estudos históricos e implicações culturais”, de Olival Freire, Osvaldo Pessoa, Joan L. Bromberg (org)

Ciências Humanas: “Manejo do mundo: conhecimentos e práticas dos povos indígenas do Rio Negro”, de Aloisio Cabalzar

Ciências Naturais: “Bioetanol de cana-de-açucar – P&D para produtividade e sustentabilidade”, de Luís Augusto B. Cortez (coord.)

Didático e Paradidático: Coleção “Pessoinhas”, de Ruth Rocha e Anna Flora

Direito: “Fundamentos constitucionais do direito ambiental brasileiro”, de Norma Sueli Padilha

Economia, Administração e Negócios: “Multinacionais brasileiras: internacionalização, inovação e estratégia global”, de Moacir M. Oliveira Jr.

Educação: “Impactos da violência na escola: um diálogo com professores.”, de Simone G. de Assis, Patrícia Constantino e Joviana Q. Avanci

Fotografia: “Fotografia de Natureza”, Luiz Claudio Marigo

Gastronomia: “Machado de Assis: Relíquias Culinárias”, de Rosa Belluzzo

Ilustração: “O Corvo”, de Manu Maltez

Ilustração de Livro Infantil ou Juvenil: “Gildo”, de Sivana Rando

Infantil: “Obax”, de André Neves

Juvenil: “Antes de virar gigante e outras histórias”, de Marina Colasanti

Projeto Gráfico: “Theodoro Sampaio – Nos sertões e nas cidades”, de Karyn Mathuiy

Psicologia e Psicanálise: “Coração… É emoção: a influência das emoções sobre o coração”, de Elias Knobel, Ana L. M. da Silva, Paola Andreoli

Tecnologia e Informática: “Aprendizagem a distância”, de Fredric M. Litto

Tradução: “O livro de Dede Korkut”, de Marcos Syrayama de Pinto

Turismo e Hotelaria: “Hospitalidade – A inovação na gestão das organizações prestadoras de serviços”, de Geraldo Castelli

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*