As entrevistas da Paris Review, vol. I

Não há quem não tenha curiosidade sobre a alma e opiniões de escritores dos quais gosta. Escritores gostam de se mitificar e  ao mesmo tempo se desmitificar. E é sobre a vida e as opiniões de escritores famosos de que trata o livro As entrevistas da Paris Review, vol. I, recentemente publicado pela editora Companhia das Letras (464 pág., R$58,00)

As entrevistas da paris review

Desde sua fundação, em 1953, a Paris Review já publicou mais de 300 entrevistas com escritores, e se tornou, ao longo de quase seis décadas de existência, uma das revistas mais prestigiosas do mundo literário. Aparecer nas páginas da revista é considerado pelos escritores uma honraria digna de um prêmio.

Na antologia que acaba de sair pela Companhia das Letras figuram 14 entrevistas com autores cruciais para o século XX como W. H. Auden, Paul Auster, Jorge Luis Borges, Truman Capote, Louis-Ferdinand Celine, William Faulkner, Ernest Hemingway e Primo Levi.

Certamente, fica difícil para qualquer crítico estabelecer parâmetros de comparação para dizer qual dessas entrevistas é a melhor, mas não posso deixar de marcar a entrevista com Primo Levi, que acabou cometendo suicídio nos final dos anos 1980, atormentado pelos horrores dos campos nazistas que o acompanhavam. Vale a pena a leitura atenta da entrevistas com Jorge Luis Borges, que esbanja elegância e sabedoria nas suas falas.

A equipe do Literatura recomenda a leitura do livro As entrevistas da Paris Review, vol. I

Leia trecho do livro aqui.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*