Flip 2012 comemora dez anos com homenagem à Drummond

Livro - Flip 10 anosEste ano, o poeta Carlos Drummond de Andrade será o grande homenageado da Festa Literária Internacional de Paraty. No entanto, em 2012 também se comemora a décima edição da Festa, o que mereceu uma atenção especial dos organizadores. O evento acontecerá de4 a 8 de julho, na cidade histórica de Paraty, Rio de Janeiro.

Em homenagem ao poeta, teremos a conferência de abertura Drummond 110, com a participação de Antonio Cícero e Silviano Santiago, além de uma exposição e uma peça de teatro. Também estará na Flip o crítico Antonio Carlos Secchin falando sobre o livro 25 Poemas da Triste Alegria, uma compilação de textos feitos por Drummond antes da publicação de seu primeiro livro, Alguma Poesia (1930), e nunca publicados.

Em comemoração aos seus dez anos, a organização da Flip lançará dois livros e um DVD. A obra 10/Ten, editada pela criadora do evento, Liz Calder, reúne contos e ensaios inéditos de autores brasileiros e cinco contos de escritores estrangeiros nunca publicados no país. O livro Flip – Dez Anos conta histórias relevantes das nove edições já realizadas. O DVD Uma Palavra Depois da Outra: A Arte da Escrita faz uma montagem temática das apresentações de mais de cem autores que passaram pela festa.

Carlos Drummond de Andrade - homenageado da Flip 2012Este ano, a Festa está sob a curadoria do jornalista Miguel Conde e volta a ter cinco mesas diárias, além do retorno da mesa de encerramento Livro de Cabeceira, na qual alguns escritores leem trechos de seus livros favoritos. Ao todo, participarão do evento 40 autores de 14 nacionalidades.

Entre os destaques da programação, está o encontro entre dois grandes nomes da literatura de língua espanhola: o chileno Alejandro Zambra e o espanhol Enrique Vila-Matas, que estará pela segunda vez na Flip para falar de seu livro Aire de Dylan. Em comum, além da língua, eles têm o gosto por falar de literatura, grande tema de seus livros. No dia 7, um encontro semelhante, entre um nome novo e outro já consagrado de uma mesma língua, se dá entre o britânico Ian McEwan e a americana Jennifer Egan. Os dois conversarão sobre a necessidade de se colocar no lugar de outra pessoa para fazer literatura. No evento, McEwan também fará o lançamento mundial de seu novo romance, Serena (Cia. das Letras).

O badalado americano Jonathan Franzen, de Liberdade (Cia. das Letras), também terá mesa exclusiva. No entanto, a mesa da noite de sábado, considerada por alguns como a de maior destaque no evento, ficou com o francês Le Clézio, ganhador do Nobel de literatura em 2008.

Jonathan Franzen

(Jonathan Franzen – última mesa
de sábado na tenda dos autores)

Apesar dos nomes internacionais de peso, duas mesas prometem esquentar as discussões na Festa Literária: Autoritarismo, passado e presente, com Luiz Eduardo Soares e Fernando Gabeira, mediada por Zuenir Ventura e Cidade e democracia, com Richard Sennett e Roberto DaMatta, mediada por Guilherme Wisnik.

Além de toda essa agitação dos autores internacionais e dos debates temáticos, há a Flipinha, dedicada ao público infanto-juvenil, e os projetos da Fundação Casa Azul que focam no desenvolvimento cultural da região de Paraty. A Flip deste ano promete ser mais uma vez um encontro de discussões interessantes e relevantes tanto para a literatura como para a sociedade brasileira. Abaixo, você confere a programação principal completa:

4 de julho

19h – Abertura / Flip, ano 10, com Luis Fernando Veríssimo e homenagem a Carlos Drummond de Andrade.

21h – Show de abertura: Ciranda de Tarituba e Lenine

5 de julho

10h – Mesa 1: Escritas da finitude, com Altair Martins, André de Leones e Carlos de Brito e Mello. Mediação: João Cezar de Castro Rocha

11h45 – Mesa Zé Kleber: A leitura no espaço público, com Silvia Castrillon e Alexandre Pimentel. Mediação: Écio Salles

15h – Mesa 2: Apenas literatura, com Enrique Vila Matas e Alejandro Zambra. Mediação: Paulo Roberto Pires

17h15 – Mesa 3: Ficção e história, com Javier Cercas e Juan Gabriel Vásquez. Mediação Ángel Gurría-Quintana

19h30 – Mesa 4: Autoritarismo, passado e presente, com Luiz Eduardo Soares e Fernando Gabeira. Mediação: Zuenir Ventura

6 de julho

10h – Mesa 5: Drummond – o poeta moderno, com Antonio C. Secchin e Alcides Villaça. Mediação: Flávio Moura

12h – Mesa 6: O mundo de Shakespeare, com Stephen Greenblatt e James Shapiro. Mediação: Cassiano Elek Machado

15h – Mesa 7: Exílio e flânerie, com Teju Cole e Paloma Vidal. Mediação: João Paulo Cuenca

17h15 – Mesa 8: Literatura e liberdade, com Adonis e Amin Maalouf. Mediação: Alexandra Lucas Coelho

19h30 – Mesa 9: Encontro com Jonathan Franzen. Mediação: Ángel Gurría-Quintan

7 de julho

10h – Mesa 10: Cidade e democracia, com Richard Sennett e Roberto DaMatta. Mediação: Guilherme Wisnik

12h – Mesa 11: Pelos olhos do outro, com Ian McEwan e Jennifer Egan. Mediação: Arthur Dapieve

15h – Mesa 12: Em família, com Zuenir Ventura, Dulce Maria Cardoso e João Anzanello Carrascoza. Mediação: João Cezar de Castro Rocha

17h – Mesa 13: O avesso da pátria, com Zoé Valdés e Dany Laferrière. Mediação: Alexandra Lucas Coelho

19h30 – Mesa 14: Encontro com J. M. G Le Clézio. Mediação: Humberto Werneck

8 de julho

10h – Mesa 15: Vidas em verso, com Jackie Kay e Fabrício Carpinejar. Mediação: João Paulo Cuenca

11h45 – Mesa 16: A imaginação engajada, com Rubens Figueiredo e Francisco Dantas. Mediação: João Cezar de Castro Rocha

14h30 – Mesa 17: Drummond – o poeta presente, com Armando Freitas Filho (em vídeo), Eucanaã Ferraz e Carlito Azevedo. Mediação: Flávio Moura

16h30 – Mesa 18: Entre fronteiras, com Gary Shteyngart e Hanif Kureishi. Mediação: Ángel Gurría-Quintana

18h15 – Mesa 19: Livro de cabeceira. Autores convidados da Flip 2012 leem e comentam trechos de seus livros favoritos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*