Lembranças e culpas no novo livro de Michel Laub

Diário da Queda - Michel LaubEm Diário da Queda (Companhia das Letras), quinto romance de Michel Laub, o autor, apesar de ser filho de judeus, aborda pela primeira vez a temática judaica contando a história de um escritor de meia idade que vive atormentado pela culpa de ter humilhado um amigo de infância. Além disso, o personagem principal sofre ao pensar nos relatos do avô, ex-prisioneiro de Auschwitz, e na situação do pai, portador da doença de Alzheimer.

O narrador se questiona e busca construir uma identidade própria enquanto tenta juntar os fragmentos entre o episódio da infância, o sofrimento do avô e o estado atual do pai. É uma luta constante entre passado e presente que tem como fio condutor a relação entre aquilo que ficou na memória e os fatos. Essa ideia está presente em outros livros de Laub, como O Segundo Tempo (2006, finalista dos prêmios Portugal Telecom e Jabuti) e O Gato Diz Adeus (2009).

Michel Laub

Laub também tem como característica marcante combinar sua vida pessoal com a dos seus personagens, o que dá uma sensação de autobiografia, aproximando e encantando o leitor. Em Diário da Queda, por exemplo, ambos (narrador e autor) são escritores, jornalistas, nascidos em Porto Alegre com origens judaicas.

Assista ao trailer feito para o livro:

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*