O País do Carnaval, primeiro livro de Jorge Amado, completa 80 anos

O País do Carnaval - Jorge AmadoEm 1931, o escritor baiano Jorge Amado publicava seu primeiro livro, O País do Carnaval, que está sendo relançado este mês pela Companhia das Letras. O romance foi escrito quando Amado tinha apenas 19 anos, e surpreendeu pela crítica à sociedade e política da época que subentendia sua trama.

O País do Carnaval é sobre um intelectual educado em Paris, Paulo Rigger, brasileiro que não se identifica com o país. Rigger desembarca na Bahia com sua amante Julie, uma prostituta de luxo francesa que ele conhecera no navio, e uma das reviravoltas se dá pela traição da francesa com Honório, um trabalhador negro do campo.

Para o protagonista, o carnaval é uma forma de alienação do povo, e ele se espanta com os exageros e a informalidade brasileira. Rigger discute com intelectuais baianos questões como política, religião e filosofia e, juntos, analisam os rumos que o país poderia tomar. Esse grupo foi criado a partir da influência da Academia dos Rebeldes, grupo literário formado em torno do jornalista e poeta Pinheiro Viegas, do qual Jorge Amado era membro.

Em 1937, O País do Carnaval foi queimado em praça pública em Salvador juntamente com Suor, dentre outros livros, por determinação da polícia do Estado Novo, por ser considerado subversivo. Apesar do pano de fundo romântico, o livro levanta questões relevantes sobre a falta de ética dos intelectuais da época diante da situação sociopolítica.

Mesmo com certa renúncia do meio acadêmico pelo autor, Jorge Amado ainda é o escritor brasileiro mais publicado em todo o mundo: sua obra foi editada em 52 países, e suas vendas não superam somente as de Paulo Coelho.

O País do Carnaval
Jorge Amado
A partir de: R$ 23,00
Comprar na:

Fnac

Livraria Cultura

Buscapé

Saraiva

Extra

Ponto Frio

Casas Bahia

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*