Poeta Tomas Tranströmer ganha Prêmio Nobel de Literatura 2011

O poeta sueco Tomas Tranströmer foi agraciado nesta quinta-feira com o Prêmio Nobel de Literatura 2011, sucedendo o peruano Mario Vargas Llosa, concedido pela Real Academia Sueca. Apesar da importância do prêmio, o poeta ainda é pouco conhecido no Brasil.

Tomas Tranströmer - ganhador do Nobel de Literatura 2011Entre seus livros mais conhecidos e traduzidos para o português estão O Grande Enigma, Pelos vivos e mortos e Janelas e pedras, porém você não os encontrará tão facilmente nas livrarias brasileiras, pelo menos por enquanto (ainda estão inéditos aqui). Segundo a Academia, a obra do autor foi merecedora de tão prestigiado prêmio porque “por meio de imagens densas, límpidas, nos dá um novo acesso à realidade”.

Apesar de pouco conhecido por aqui, a obra de Tranströmer tem grande influência na Suécia e no mundo, sendo ele o poeta sueco mais traduzido (para mais de 30 línguas). Nascido em Estocolmo, em 1931, Tranströmer exerceu a psicologia até 1990 – o que explica suas características literárias –, quando sofreu um acidente vascular cerebral. Apesar disso, o poeta não ficou impedido de continuar escrevendo.

Desde 1996, quando a poetisa polaca Wislawa Szymborska foi agraciada com o prêmio, o Nobel de Literatura não era destinado à poesia lírica. Em 2010, a Academia Sueca premiou o peruano Mário Vargas Llosa, autor de Conversa na catedral e Travessuras da menina má entre outros. Os últimos ganhadores do galardão, anteriores a Llosa, foram Herta Müller (2009), Jean-Marie Gustave Le Clézio (2008), Doris Lessing (2007), Orhan Pamuk (2006), Harold Pinter (2005), Elfriede Jelinek (2004) e John M. Coetze (2003).

Esse tipo de premiação mostra o quanto nosso mercado editorial está focado na literatura de fato (muito, muito pouco), quando vários autores bem menos importantes são editados aos montes, e autores realmente significativos são esquecidos até ganharem o Nobel ou outro prêmio expressivo. É claro que a poesia, por sua vez, tende a ficar mais esquecida ainda.

Comente esse post e deixe sua opinião para os leitores do site.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*