Uma pedra no meio do caminho em línguas diferentes

O poema Uma pedra no meio do caminho, de Carlos Drummond de Andrade, possui uma sonoridade intrigante. Quando lido em voz alta, podemos perceber todas as suas nuances e identificar a profundidade do acontecimento da pedra no meio do caminho.

Carlos Drummond de Andrade

O Instituto Moreira Salles produziu um vídeo com várias pessoas de línguas diferentes declamando o poema. As línguas são portugês, inglês, hebraico, dinamarquês, francês, holandês, italiano, húngaro, alemão, latim, espanhol e tupi. É muito interessante analisar o poema sendo declamado em todas essas línguas, pois chegamos à conclusão que ele se comporta de maneira diferente nessas pronúncias.

Na minha singela opinião, o italiano e o espanhol foram os que melhor incorporaram o poema de Drummond. Talvez pela origem latina, talvez pela interpretação das pessoas. De qualquer forma, vale a pena assistir em todas as línguas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*